Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre, de Lou Anders

Resenha | Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre, de Lou Anders

o-enigma-do-chifre-e1506261948167-224x300 Resenha | Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre, de Lou AndersDepois de atravessar florestas e desertos gelados para salvar Thianna, Karn precisará viajar montado num réptil voador até Castelurze, aprender a jogar um novo jogo chamado Aurigas, decifrar o Enigma do Chifre e enfrentar misteriosos elfos. Todos estão atrás do Chifre de Osius, um antigo artefato com poder suficiente para mudar o mundo. Mas com facções rivais de elfos, anões rebeldes, exércitos em guerra e mantícoras devoradoras de gente no caminho, Karn não sabe em quem confiar. Até onde ele será capaz de chegar em nome da amizade? A solução deste enigma pode ser fatal.

Resenha

O Enigma do Chifre é o segundo livro da série Tronos & Ossos, que tem como protagonistas o jovem humano Karn e a “pequena” gigante Thiana. No primeiro livro, resenhado aqui, eles se envolveram na busca de um chifre mágico, um artefato capaz de controlar criaturas como os wyvern e os dragões, e lutaram contra guerreiros zumbis. Neste segundo volume a busca é por um novo chifre, encoberto por vários enigmas, sociedades secretas e perigos. E nesta sequência também conhecemos uma nova personagem, a elfa negra Desstra, que divide o protagonismo da obra com os outros dois.

Antes a um castelo entre as urzes indo, Onde todo o desejo da vida é findo. Por sobre o Carvalho e por baixo do Milho vá. O Chifre silencioso procure lá.

Na trama, Karn terá que partir em busca de sua amiga Thiana, desaparecida após sair a procura de um novo chifre, o chifre de Osius. Em paralelo a isso, temos Desstra, uma jovem elfa negra que tenta entrar para o grupo de soldados de seu povo, o Ardil. O caminho deles acaba se cruzando e aí começa uma história cheia de enigmas, aventuras e jogos.

Seguindo a mesma linha do livro anterior, temos uma fantasia medieval com elementos da cultura nórdica em meio a dragões, mantícoras, anões e elfos. E, novamente, por ser uma trama juvenil, mas que é para todas as idades, o autor utiliza uma linguagem bem objetiva e lúdica, uma linguagem divertida e simples. Sendo que agora somos meio que cúmplices do autor, pois conhecemos os diversos pontos de vista da trama. Apesar de ser uma sequência direta, é uma história que pode ser lida independente da antecessora, apesar de que vale muito a pena ler a anterior antes.

– Não estamos mortos… repetiu Karn, contemplando aqueles rostos irritados. Ainda.

Novamente, seguindo a ideia principal da série, em O Enigma do Chifre também prevalece os sentimentos de amizade e companheirismo (até meio que excessivo). Também somos apresentados a um novo jogo, o jogo de Aurigas. E, assim como o Trolls do livro anterior, encontramos aqui uma parte bem divertida com as terríveis Mantícoras (criaturas semelhante às Quimeras, com cabeça de homem (mas com chifres), afiadas fileiras de dentes de tubarão, corpo de leão (geralmente, com pelo ruivo), olhos de cores diferentes e cauda de escorpião).

A jornada da dupla/trio os leva a vários locais, como Castelurze e Gordasha, a capital do império Górdio, mas também mostra muito a história, os aspectos culturais e os governos, além dos seres que habitam essas terras. Nos apresenta mais sobre a história do dragão Orm e nos ensina que pra aprender novas línguas basta botar a cabeça dentro da boca de um dragão! 🙂

Orm ajeitou seu volumoso corpo e, em seguida, estendeu ambas as patas dianteiras. Karn empertigou-se e manteve a Clarão Cintilante estável. O dragão colocou as garras em ambos os lados da espada. Depois fechou os olhos, e Karn ouviu um ronco forte na garganta da criatura. Palavras que ele não reconheceu numa língua que não falava. Era a linguagem secreta dos dragões.

Com relação ao projeto gráfico, é mantido o mesmo do livro anterior, onde temos uma capa em alto relevo com as mantícuras presentes na história, mantendo também uma diagramação incrível com ilustrações antes dos capítulos e as sempre bem-vindas páginas amareladas. Ainda encontramos um mapa no início do livro, um glossário completo e as regras do jogo Aurigas ao final dele. Com relação a revisão, não percebi nada que fosse relevante ou atrapalhasse a leitura.

Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre possui uma leitura agradável e divertida que nos prende a cada página. Essa segunda parte da trilogia de Tronos & Ossos manteve e até superou um pouco sua primeira parte. Uma ótima continuação de uma série para quem gosta de fantasia medieval com criaturas mitológicas, elfos,  artefatos perdidos, jogos e aventura, e que ainda possui uma leitura leve e sem enrolação.

***

Ficha Técnica

Título Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre
Título Original Thrones & Bones – Nightborn
Autor Lou Anders
Tradutor Jacqueline Damásio Valpassos
Editora Jangada
Páginas 376
Gênero Ficção Juvenil, Fantasia
Capa   Adaptação do design de Ken Crossland

Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Excelente!

Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre possui uma leitura agradável e divertida que nos prende a cada página. Essa segunda parte da trilogia de Tronos & Ossos manteve e até superou um pouco sua primeira parte. Uma ótima continuação de uma série para quem gosta de fantasia medieval com criaturas mitológicas, elfos,  artefatos perdidos, jogos e aventura, e que ainda possui uma leitura leve e sem enrolação.

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de TV. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Veja Também

Resenha | O Vidente de Aparelho Quebrado, de Baltazar de Andrade

Ernie, que detesta esse apelido – então é exatamente assim que todos o conhecem –, …

Resenha Premiada | Lavínia e a árvore dos tempos, de Lucinei M. Campos

Lavínia é uma menina de 9, quase 10 anos, um pouquinho diferente das outras de …

Resenha | O Terceiro Testamento, de Christopher Galt

O mundo parece estar enlouquecendo! Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas