Resenha | Tempestades de Sangue, de Kel Costa

Tempestades-de-Sangue-208x300 Resenha | Tempestades de Sangue, de Kel CostaSasha está desolada pela morte de sua amiga Helena, que morreu diante de seus olhos antes de sequer conseguir entrar na Fortaleza. E além disso, Mikhail junto com três outros Mestres decidiram retaliar contra os mitológicos e partem em uma viagem até a Grécia, berço das temíveis criaturas. Apenas Klaus, o mais velho e mais poderoso dos Mestres fica para trás, para proteger os humanos e vampiros que ficaram.

Sentindo que precisava aprender a se defender Sasha resolve tentar convencer Klaus a ensiná-la a lutar. Negociando com ele as informações que ela possuía sobre o tráfico de sangue que ocorria dentro da Fortaleza a garota acaba por convencê-lo. Durante as sessões de treinamento o amigo de Sasha, Kurt, que possuía uma enorme paixão platônica por Klaus também acaba por se envolver com o Mestre.

Blake Campbell, o jovem humano cientista amigo de Sasha que planeja trair os vampiros revela mais de seu planos e acaba colocando a vida dela e dela em perigo. Enquanto isso, os outros quatro Mestres descobrem que sua viagem até a Grécia foi um erro, pois os mitológicos planejam atacar a Fortaleza enquanto eles estão fora.

RESENHA

Tempestades de Sangue é o segundo livro da trilogia de Kel Costa, sobre Sasha e os vampiros Mestres. O ritmo dos acontecimentos é consideravelmente mais rápido e sangrento em comparação ao primeiro livro, Fortaleza Negra. Como no primeiro o livro é em primeira pessoa, sendo a maioria da perspectiva de Sasha.

O livro começa com Sasha de luto após a morte de Helena, que foi morta ao chegar na Fortaleza. Ela passa boa parte dos primeiros capítulos sofrendo por esse acontecimento e, apesar de depois de certa parte esse luto não ser mais tão mencionado, fica claro que a morte da amiga a afetou muito.

Sua façanha ao sobreviver ao ataque dos mitológicos ao ônibus chamou a atenção de todos, principalmente seu irmão mais novo, que agora tem uma enorme admiração por ela. A implicância de Sasha com o irmão fica inclusive, em vários pontos, parecendo unilateral, principalmente quando ela sabe que vários amigos dele morreram durante o ataque. Apenas no final, após mais mortes, é que ela parece sentir alguma pena do irmão.

Klaus, o Mestre mais velho, é mostrado com mais destaque nesse livro, já que, após todas as confusões causadas por Sasha, ele resolve mantê-la em rédeas curtas. Sendo descrito como cruel e, ao contrário de Mikhail, realmente sendo, ele tem várias passagens interessantes com Sasha, principalmente quando aceita treiná-la. Apesar de em várias partes tentar matar (ou apenas ferir) a garota, durante o livro fica claro que o Mestre possui um certo afeto por ela e eles chegam em um meio termo.

Kurt, o amigo gay de Sasha, apesar de continuar sendo descrito de forma caricata, ganha mais destaque e, finalmente, consegue se aproximar do Mestre Klaus, ainda que não da maneira que ele gostaria. Durante o desaparecimento de Sasha fica extremamente preocupado com a amiga e após várias tragédias que vão acontecendo com ele acaba se mostrando um personagem muito mais completo e interessante que antes.

Blake Campbell é um personagem que nunca é totalmente explicado. Apesar de ser um dos poucos personagens que realmente se revoltam contra o domínio dos mestres, em nenhuma de suas interações fica claro o motivo. Sasha se aproxima dele para descobrir mais detalhes de seus planos mas Blake parece nunca desconfiar que ela possa entregá-lo. Sua ingenuidade também é surpreendente com relação ao seu misterioso contato, para quem ele leva a Exterminator, a arma que desenvolveu, sem nem ao menos saber quem ele era. Encontro, inclusive, que coloca sua vida e a de Sasha em perigo.

Rurik, irmão gêmeo de Mestre Klaus é um vilão caricato, que, apesar de parecer ter tido um relacionamento quase normal com os irmãos no passado, aliou-se aos mitológicos e lidera o ataque à Fortaleza. Seu poder, que é em descrito como rivalizando à Klaus, é pouco explorado e sua participação do geral do livro parece se resumir a machucar Sasha quando a captura, e ajudar os mitológicos.

O romance Mikhail e Sasha continua, apesar do Mestre ter deixado claro que não namorava e de Sasha ter ficado magoada com a partida dele no fim do primeiro livro. Durante os capítulos do ponto de vista de Mikhail realmente dá a entender que ele não está apaixonado como ela. Ao final, inclusive, Mikhail parecer ter concordado com Klaus sobre Sasha atrapalhar suas decisões e acaba tomando uma decisão sobre o relacionamento.

Tempestades de Sangue consegue desenvolver várias tramas que não foram abordadas no primeiro livro e consegue dar profundidade para vários outros personagens além do casal principal. O fato Mikhail e Sasha estarem separados por boa parte do livro melhora muito o desenvolvimento da história, já que nos dá a chance de ver outras interações. Isso também possibilita à protagonista ter que resolver seus próprios problemas sem a ajuda do Mestre o que, apesar de fazê-la sofrer e ser machucada muitas vezes, torna o enredo muito mais interessante. E claro, assim como o primeiro livro, tudo termina de forma surpreendente, nos deixando curiosos pelo próximo.

 

Tempestades de Sangue

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Muito bom!

Tempestades de Sangue é o segundo livro da trilogia de Kel Costa, sobre Sasha e os vampiros Mestres. O ritmo dos acontecimentos é consideravelmente mais rápido e sangrento em comparação ao primeiro livro, Fortaleza Negra. Como no primeiro o livro é em primeira pessoa, sendo a maioria da perspectiva de Sasha.

Sobre Edna Paula

Eu sou uma apaixonada por histórias e como toda leitora louca, uma acumuladora de livros. Meus livros favoritos são Orgulho e Preconceito, Harry Potter e O Senhor dos Anéis. Como dá pra perceber eu amo fantasia e romances! Meu Kindle é meu companheiro de todas as horas :)

Veja Também

Resenha | Alec Dini, de F. R. Pan

Quando o jovem Alec Dini é misteriosamente transportado ao futuro, ele não faz ideia dos …

Resenha | Os Sete, de André Vianco

Uma caravela portuguesa de cinco séculos é resgatada de um naufrágio no litoral brasileiro. Dentro …

Resenha | Fortaleza Negra, de Kel Costa

Os vampiros dominaram o mundo. Em Fortaleza Negra, Aleksandra, ou Sasha como é chamada, vive …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas