Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha Premiada | A Ilha dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira

Resenha Premiada | A Ilha dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira

12278934_1083627794989236_7419431104921200460_n-225x330 Resenha Premiada | A Ilha dos Mortos, de Rodrigo de OliveiraMuitos anos se passaram desde que a maior colônia de sobreviventes do Apocalipse zumbi se transferiu para Ilhabela. Separada do continente por uma faixa de 1 km de mar atlântico, a ilha surge como um ambiente seguro para as novas gerações, estrategicamente distante das ameaças da Senhora dos Mortos e sua horda de zumbis.

Desde então, muitas coisas mudaram. Personagens importantes morreram, e novos combatentes foram treinados para erguer a comunidade e recriar o sistema de administração e leis. Parecia que o mundo estava retomando o seu curso de paz.

Os habitantes de Ilhabela têm agora formas mais seguras de lidar com os zumbis, porém descobrem que alguns deles também mudaram. A forma de contaminação se tornou mais rápida. Eles estão mais selvagens, ágeis e violentos. Sejam apresentados a uma evolução dentre os próprios mortos-vivos…

E este não é o único novo problema. Com a reorganização da sociedade, o poder retoma o seu valor, o que também atrai ainda mais perigos.

Há ainda uma grande espera pelo reencontro das irmãs, Isabel e Jezebel.

Este livro traz o surgimento de uma nova era, cruel e implacável, em que a perseverança dos sobreviventes e seus líderes será testada de forma muito diferente. Um livro cheio de reviravoltas, movimentos bruscos, cenas impensáveis.

“Onde encontrar esperança para continuar lutando quando a sua maior razão para viver se foi para sempre?”

Resenha

Quarto livro da grande saga de terror e suspense, “As Crônicas dos Mortos”, A Ilha dos Mortos é um livro incrivelmente intenso. Tenso e dramático, ele é o volume com mais mortes da série, nele Ilhabela se tornou realmente uma “Ilha dos Mortos”.

Após o fim eletrizante de A Senhora dos Mortos, todos os habitantes sobreviventes do condomínio colinas passaram a habitar Ilhabela, antes infestada de zumbis, agora tornando-se um local seguro em meio ao apocalipse zumbi. Com essa tranquilidade momentânea, Ivan elabora um sistema politico-administrativo para essa nova comunidade crescer e prosperar. Neste sistema político existe a votação para prefeito e vereadores, sendo obrigatória a alternância de poder na cadeira da prefeitura. O livro salta 30 anos no futuro, e vemos que neste período muitas coisas aconteceram. Entre elas, vemos Matheus, o filho mais velho de Ivan e Estela, como general das forças militares após a “aposentadoria” de seu pai. Vemos que, infelizmente, alguns queridos e importantes personagens morreram no decorrer dos anos (preparem-se para as lágrimas).

O cap. 1 do livro nos apresenta um novo personagem, um garotinho recifense de nome Uriel, que fica cego durante um ataque desesperado do exército brasileiro contra os zumbis. Guardem esse nome, no futuro ele se tornará um personagem muito importante na trama.

Uriel gritou de dor ao ter suas retinas e seu rosto queimados pela explosão das bombas de napalm. Em seguida veio o estrondo e a onda de choque. Telhados de casas foram arrancados, janelas foram estilhaçadas, portões vieram abaixo, e as chamas se espalharam pelas ruas e avenidas. Uma imensa cobra de fogo percorreu em alta velocidade o bairro Engenho do Meio.

É importante ressaltar que, mesmo com esse salto de 30 anos, o autor consegue manter a fluidez na narrativa nos apresentando paralelamente o que aconteceu no passado e o que acontece no presente. Inclusive nos levando a lágrimas em momentos cruciais na vida de nossos heróis.

Com relação aos zumbis, após esses 30 anos eles estão mais evoluídos, essa nova geração possui mortos-vivos mais furiosos, rápidos e fortes, batizados de Berserkers. E para piorar, de uma hora pra outra surge um novo tipo de monstro, um tipo de morto-vivo ainda mais assustador que os Berserkers.

Com uma das mãos ele agarrou o pescoço do soldado; com a outra, segurou seu ombro. E mordeu o pescoço do rapaz com a ferocidade de um leão, enquanto erguia o corpo do moribundo do chão com imensa facilidade. Tamanha foi a força da mordida que separou a cabeça do soldado do corpo. O monstro mastigou a carne e os ossos do soldado de forma indistinta.

E Jezebel, o que aconteceu com ela após o final do livro anterior? E a Mariana, a Isabel, o Canino, e o casal Ivan e Estela (nossos Leônidas e Gorgo tupiniquim), como eles se saíram durante todos esses anos? A gente mata a saudade de alguns personagens, descobre que algumas coisas ruins aconteceram com outros, e é apresentado a outros tantos. É uma narrativa que te prende do início ao fim, é um livro cheio de emoção e… morte. O Rodrigo é um lunático incrível, um maníaco homicida parecido com o George R. R. Martin. É morte atrás de morte, minha gente… smiley-cry Resenha Premiada | A Ilha dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira

Os dois se abraçaram uma vez mais, demoradamente. Em seguida, se separaram, cada qual seguindo seu caminho definitivo, sabendo que havia chegado o derradeiro momento de dizer adeus.

Com relação ao projeto gráfico, como sempre um belíssimo trabalho da Faro Editorial. A capa é um espetáculo e transmite muito bem o que podemos encontrar no livro, inclusive com um zumbi bem assustador no alto dela. Encontramos além de uma diagramação impecável, folhas com gramatura maiores que o habitual e amareladas, e uma fonte em um tamanho bem agradável para leitura. Além de encontrarmos uma mancha de sangue bem característica no início de cada capítulo.

A Ilha dos Mortos é um livro fascinante, cheio de sentimentos intensos em cada página folheada. É uma trama recheada de muito medo, amor, traição, ódio e morte. Como já disse em todos os outros, é recomendadíssimo para todos que gostam de uma boa história de terror e suspense. Esperarei ansiosamente pelo último livro, A Era dos Mortos, ele promete muito. Pelo final que vemos aqui, a conclusão da saga trará emoções que com certeza irão além da vida, será o fim (ou o início) de uma grande Era!

——

Conheça mais da série As Crônicas dos Mortos:

——

O que achou da resenha, se interessou pelo livro e pela série? Quer ganhar um exemplar de presente? Em comemoração aos 4 anos do Papiro Digital, juntamente com a Faro Editorial, daremos um exemplar de A Ilha dos Mortos. Participem, é só comentar dizendo o que achou da resenha e/ou dos livros anteriores (se já leu), preencher corretamente o formulário do Rafflecopter abaixo e torcer.

PS: Quer ganhar mais livros em nosso aniversário? Participe da Promoção Visite a Caverna Cristalina!

Boa sorte à todos!

capa_ilha-dos-mortos-site-166x250 Resenha Premiada | A Ilha dos Mortos, de Rodrigo de Oliveira

Promoção Aniversário na Ilha dos Mortos

Regras:

  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • O sorteio será realizado utilizando o aplicativo Rafflecopter, basta se logar nele (com o login do facebook ou e-mail) e seguir as etapas da promoção, sendo uma obrigatória e outras não-obrigatórias, mas a realização de todas estas tarefas darão pontos que o permitirão ter mais chances na hora do sorteio. Quanto mais pontos, maior a probabilidade de ser sorteado.
  • Todas as regras serão conferidas;
  • O vencedor terá 05 dias, após a publicação do resultado, para entrar em contato pelo e-mail contato@papirodigital.com requerendo o seu prêmio com os dados pessoais para entrega;
  • Caso o sorteado não entre em contato no prazo determinado outro sorteio será feito;
  • Nós teremos até 40 dias, após a realização do sorteio, para enviar o livro;
  • O site não será responsável por extravio, roubo ou perda ocasionado pelos Correios ou por reenvio em caso de endereço incorreto;

Qualquer dúvida, deixe um comentário nesta postagem ou mande um e-mail para contato@papirodigital.com.

A Ilha dos Mortos

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Excelente!

A Ilha dos Mortos é um livro fascinante, cheio de sentimentos intensos em cada página folheada. É uma trama recheada de muito medo, amor, traição, ódio e morte. Como já disse em todos os outros, é recomendadíssimo para todos que gostam de uma boa história de terror e suspense.

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de TV. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Veja Também

Resenha | Morte Lenta, de Matthew Fitzsimmons

Dez anos atrás, Suzanne, uma garota de 14 anos, simplesmente desapareceu sem deixar qualquer vestígio. …

Resenha | O Terceiro Testamento, de Christopher Galt

O mundo parece estar enlouquecendo! Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um …

Resenha | Os Filhos da Tempestade, de Rodrigo de Oliveira

Uma aventura surpreendente, em um dos lugares mais misteriosos da terra. Um grupo de jovens …

13 comentários

  1. Eu adoro The Walking Dead e nem preciso falar que essa é uma série que to muito afim de ler né…rsrs
    Tenho os dois primeiros livros dessa série, ainda não li e vou esperar um pouco, tinha até essa dúvida mesmo se alguem sabia dizer quantos livros são ao todo nessa série, mas enfim já vi resenhas de todos os livros que já foram publicados e todas falando muito bem dos livros. Sabe quando sai o último?

    • Olá Douglas,

      Todos os livros são excelentes, baixa o elevador 16, ele é independente da série. O próximo deve chegar em outubro.

      Abraço, e volte sempre.

  2. Eu quero muito ler essa série! Já vi diversos comentários positivos sobre ela.
    Gosto muito dessa coisa de zumbis e tal, meio The Walking Dead hahaha
    E o que eu mais achei interessante nessa série é que o autor usou o Brasil como cenário, muito legal mesmo!
    Obs: Essa capa é linda! <3

  3. Mesmo o livro abordando um gênero que não costumo ler, após ler muitos comentários positivos em relação aos livros isso me despertou um interesse de leitura. Após ler sua resenha deu para perceber que a estória do livro foi muito bem construída, o que acabou tornando a trama do livro envolvente e cativante.
    Participando.
    lannawesley@gmail.com

  4. Não li nenhum dos anteriores mas fiquei super curiosa para ler,Amo tudo o que tenha zumbis kkk e o livro parece ser bem eletrizante e ter uma estória de arrepiar! Amei a resenha e estou morrendo de vontade de ler 😉

  5. Amanda Pampaloni Pizzi

    Eu tenho muita curiosidade acerca desta série, pois uma amiga ama demais e já me recomendou trocentas vezes. Além disso, o fato de se passar aqui no Brasil é, ao mesmo tempo, curioso e aterrorizante, rs.
    Espero que eu ganhe!
    Beijos.

  6. Ainda não li nenhum livro dessa série, mas já estão na lista de leitura pois curto muito história com zumbis, gosto muito de ler autores nacionais e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.

  7. Esta série parece ser bem interessante!! Não tive a oportunidade de ler os outros livros!! O livro está muito bem comentado!!

  8. Patricia Queiroz

    li elevador 16 e achei ótimo, pena ser tão fininho, queria mais. imagino que a série seja incrível, quero mto ler, e ainda valorizar os autores nacionais.

  9. Sara Silva Freitas

    Eu quero muuuuito começar a ler essa série, mas sempre acabo lendo outros que não tem continuação antes hahahaha Adoro livros assim, eletrizantes e, após ler sua resenha, fiquei beeem ansiosa para ler esses. Adorei! Esse clime de tensão com zumbis e a luta pela vida, mesmo em um mundo tão cruel, me encanta… Beijos.

  10. Li resenhas sobre essa série e fiquei gastante curiosa a respeito. espero conseguir ler logo, pois descobri que me amarro nesse lance de zumbis. rsrsrsrs A trama tem cara de ser super envolvente e também eletrizante. Gostei bastante de ler a resenha e conhecer mais um pouco da história.
    Beijos.

  11. Confesso que zumbis e afins não são muito o meu gênero de leitura preferida, mas esse livro é ambientado no Brasil, o que me deixou um pouco curiosa e, com a leitura de algumas resenhas, cada vez mais me convenço que devo ler. Sem contar que as capas dos livros são bastante surreais e muito bem feitas. Espero poder ler em breve.

  12. patricia queiroz

    issoooooo o/o/

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas