Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha | Portas Erradas, Amores Certos, de Lare Barbosa

Resenha | Portas Erradas, Amores Certos, de Lare Barbosa

Portas-Erradas-Amores-Certos-EscrevArte-200x300 Resenha | Portas Erradas, Amores Certos, de Lare BarbosaTítulo: Portas Erradas, Amores Certos

Autora: Lare Barbosa

Editora: Coerência

Páginas: 430

Gênero: Romance, Chick Lit, YA

Fonte: Cortesia da Editora

Skoob

Compre aqui

Sinopse (Fonte: Skoob) Maria Clara é uma adolescente de família privilegiada, educada e popular entre os colegas. Nunca namorou e nem deseja, acredita que os garotos são imaturos e que jamais poderiam dar a ela o que mais precisa: o amor.
O que a herdeira da família Miller não sabe é que Brandon, o garoto mais imaturo e mulherengo que ela conhece, vai entrar em sua vida e virá-la da cabeça para baixo.
Do outro lado, Brandon não entende o que está acontecendo consigo mesmo, por que seus planos de adquirir status no novo colégio, vão por água abaixo assim que conhece Maria Clara em um lugar nada convencional. Juntos, o cara mais popular e a garota mais problemática de Thompson High terão que lidar com falsas amizades que tentam sabotar sua relação.
“Portas Erradas, Amores Certos” é o primeiro livro da trilogia que mostrará que nem sempre entrar em portas erradas é a pior coisa do mundo…

RESENHA

O ano acaba de começar, e para Maria Clara a vida está perfeita… Tem bons amigos, seus pais são muito amáveis (e têm muito dinheiro), moram em Los Angeles, o primeiro ano do ensino está prestes a começar, e principalmente, não tem namorado para lhe tirar a liberdade que tanto presa. Maria Clara nunca acreditou no amor. Para os momentos de carência, pode contar com Ansel, seu melhor amigo/colorido. Entre eles não há mistérios, ambos não querem se prender a ninguém, cada qual com seu motivo, mas assim as coisas funcionam muito bem.

O que Maria Clara não poderia imaginar, é que o destino às vezes faz diferente do que se planeja, e enquanto ela se arruma para o primeiro dia de aula, do outro lado da cidade, Brandon também se prepara e os seus caminhos podem se cruzar a qualquer momento, nem que por um descuido Brandon entre no banheiro feminino…

E essa distração logo no primeiro dia de aula, poderá fazer com que a vida de Maria Clara, Brandon e de todos os seus amigos mudem para sempre.

Brandon é um cara bacana, com quase 18 anos, lindo, rico, e muito mulherengo, é do tipo que faz amizade fácil e naturalmente consegue conquistar todos os amigos de Maria Clara, e essa amizade os tornam inseparáveis.

Um pouco mais complicado vai ser conquistar Maria Clara, que depois de um beijo roubado logo no primeiro encontro dentro de um banheiro, ela parece fazer de tudo para ficar longe daquele garoto, pois ele é tudo o que ela nunca quis, e embora esteja disposta a fazer qualquer coisa para não se envolver com Brandon, o amor vence a razão e de repente os dois se veem completamente apaixonados e talvez esse ano seja o primeiro, não só do colegial, mas de muitas outras descobertas.

Minha opinião: Quando Portas Erradas – Amores Certos chegou em minhas mãos, observei a capa e pensei: Huuummm já gostei!! A capa é linda e retrata exatamente o romantismo de Maria Clara, mas foi só abri-lo para levar um susto, achei a fonte bem pequena… e embora com páginas off-white, pensei que talvez a leitura fosse ser cansativa, afinal são 430 páginas!!

Mas, foi só começar a leitura que me apaixonei pela história desse casal! Em poucas páginas, me senti voltando aos meus 17 anos e curtindo junto com eles todas as novas experiências que Lare Barbosa conseguiu descrever tão acertadamente. Cada novidade na vida de cada personagem era tão real que me fez voltar no tempo várias vezes.

Qual não foi minha surpresa ao descobrir, capítulo pós capítulo, que Portas Erradas – Amores Certos trazia muito mais que uma simples história de primeiro amor.

Lare Barbosa surpreende ao abordar assuntos como drogas, bebidas, abuso sexual, falsidade, falta de prevenção, inimizades, brigas, traição, agressão física, depressão, automutilação… e com a mesma dedicação descreve a amizade, o primeiro amor, a primeira vez, o companheirismo, a fidelidade, o amor familiar e confiança que muitas vezes me peguei refletindo na importância de ter alguém ao seu lado, não importa o que aconteça, o amor e a amizade te faz superar traumas que talvez pudessem ser insuperáveis.

Assim, Maria Clara e Brandon seguem suas vidas, junto com seus amigos Ansel, Mel, Sue, Connor, que conseguem fazer da história ainda mais cativante, Portas Erradas – Amores Certos nos traz uma leitura leve, rápida, com palavras descomplicadas e com um final que vai te deixar com um nó na garganta, vontade de matar um e louca pela espera do próximo livro da trilogia!

Sobre Renata Maiochi

Sou Renata... esposa, filha, amiga, e apaixonada pela vida! Administradora e leitora compulsiva. Livros alimentam meu vício e me fazem uma pessoa diferente a cada contra capa que fecho.

Veja Também

Resenha | O meu melhor amigo é gay, de Dielson Vilela

Título: O meu melhor amigo é gay Autor: Dielson Vilela Editora: Coerência Páginas: 256 Gênero: …

Resenha | O Outro Lado da Memória, de Beatriz Cortes

Título: O Outro Lado da Memória Autora: Beatriz Cortes Editora: Novo Século Páginas: 248 Gênero: …

Resenha | O diário do Erasmo, de Robson Cuer

Título: O diário do Erasmo Autor: Robson Cuer ISBN: 978-85-92572-24-2 Gênero: Literatura infantil Página: 184 …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas