Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | O Livro dos Espelhos, de E.O. Chirovici

Resenha | O Livro dos Espelhos, de E.O. Chirovici

Capa_Espelhos-200x300 Resenha | O Livro dos Espelhos, de E.O. ChiroviciA verdade de um é a mentira de outro. Um livro com uma trama tão perturbadora que bota o leitor num jogo de espelhos

Quando o agente literário Peter Katz recebe por e-mail um manuscrito parcial intitulado O livro dos espelhos, ele fica intrigado. O autor, Richard Flynn, descreve seus dias em Princeton, e documenta sua relação com Joseph Wieder, um renomado psicólogo, pesquisador e professor.

Convencido de que o manuscrito completo vai revelar quem assassinou Wieder em sua casa, em 1987 — um crime noticiado em todos os jornais mas que jamais foi solucionado —, Peter Katz vê aí sua chance de fechar um negócio de um milhão de dólares com uma grande editora.

O único inconveniente: quando Peter vai atrás de Richard, ele o encontra à beira da morte num leito de hospital, inconsciente, e ninguém mais sabe onde está o restante do original.

Determinado a ir até o fim neste projeto, Peter contrata um repórter investigativo para desenterrar o caso e reconstituir o crime. Mas o que ele desenterra é um jogo de espelhos, uma teia de verdades e mentiras, e uma trama mais complexa e elaborada que a do primeiro lugar na lista de mais vendidos dos livros de ficção.

Resenha

A história começa quando o agente literário Peter Katz, recebe um manuscrito escrito por um tal de Richard Flynn. A obra, curiosamente intitulada de “O Livro dos Espelhos” conta em detalhes a relação de Richard, na época estudante de literatura inglesa, com o renomado professor Wieder e Laura Baines, estudante de psicologia, meses antes da morte do professor.

O Livro dos Espelhos é um interessantíssimo romance policial, do escritor romeno Chirovici, que nos fisga logo de primeira. A história começa com um manuscrito incompleto que promete contar a suposta verdade por trás de um crime acontecido nos anos 80, um cold case, um caso não solucionado e arquivado pela polícia. Quando a história vai esquentando e já estamos envolvidos… o manuscrito acaba! Mas é aí que realmente começa a trama policial, a partir daí, como o autor morreu e não sabemos onde se encontra o restante do livro, começamos a acompanhar a investigação do que aconteceu em seguida de onde paramos e o que tem de verdade em tudo que foi dito.

Todos enxergaram apenas suas próprias obsessões pelas janelas através das quais tentaram ver, janelas essas que na verdade nada mais eram que espelhos.

Ler uma história dentro de uma história é uma experiência muito interessante, durante a leitura do manuscrito temos um ponto de vista dos fatos e até mesmo começamos a formar uma opinião sobre o que aconteceu, mas na sequência, ao conhecer novos dados e pontos de vistas diferentes, imaginamos que talvez a gente não saiba de nada ainda.

Através da narrativa de três personagens, e de depoimentos dados a eles, o autor conseguiu criar um mistério que nos envolve, uma história de suspense tão fluida que nem percebemos o tempo passar. Não somos meros espectadores, nós também participamos da investigação.

Até onde a mente pode nos pregar uma peça, e a gente acabar lembrando de algo que nunca aconteceu? O livro nos faz questionar o que de fato é verdade naquilo que nos lembramos e temos como verdadeiro. Será que aquela lembrança que temos de criança aconteceu realmente daquele jeito, ou até mesmo, será que ela aconteceu?

(…) a lembranças das coisas passadas não é necessariamente a lembrança das coisas como aconteceram.

Com relação ao projeto gráfico, temos uma capa incrível, a composição de espelho quebrando diz muito sobre a história. A diagramação interna foi muito bem executada, e também não encontrei erros na revisão. Um excelente trabalho da Record.

O Livro dos Espelhos é uma leitura simples e agradável que nos deixa pensativos e intrigados com relação a nossas próprias lembranças. É um suspense policial que prende a atenção do começo ao fim. Uma excelente opção do gênero!

Informações do livro

  • Título: O Livro dos Espelhos
  • Título original: The Book of Mirrors
  • Autor: E. O. Chirovici
  • Tradutor: Roberto Muggiati
  • Gênero: Thriller
  • Editora: Record
  • Páginas: 332
  • Leia um trecho!

O Livro dos Espelhos

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Excelente!

O Livro dos Espelhos é uma leitura simples e agradável que nos deixa pensativos e intrigados com relação a nossas próprias lembranças. É um suspense policial que prende a atenção do começo ao fim. Uma excelente opção do gênero!

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de TV. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Veja Também

Resenha | Devaneio, de Augusto de Brito

Não se sabe como ou em que circunstâncias aquele homem havia chegado até a praia, …

Já está em pré-venda Os Filhos da Tempestade!

Já está em pré-venda o mais novo livro de Rodrigo de Oliveira, autor da saga …

Resenha | A Garota do Lago, de Charlie Donlea

ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR… Summit Lake, uma pequena cidade …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas