Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha | O amor é uma tragada forte e sem filtro: em Poesias, de Daberli de Roma

Resenha | O amor é uma tragada forte e sem filtro: em Poesias, de Daberli de Roma

o_amor__uma_tragada_forte_e_sem_filtro_capa_ebook-191x300 Resenha | O amor é uma tragada forte e sem filtro: em Poesias, de Daberli de RomaTítulo: O amor é uma tragada forte e sem filtro: em Poesias
Autor: Daberli de Roma
ISBN: 978-989-51-8367-8
Coleção: Prazeres Poéticos
Gênero: Poesia
Páginas: 66
Cortesia do autor
Compre aqui

Sinopse: 

Acender um fumo em pleno inverno e aquecer-se parece tarefa fácil. Difícil é acender amor e não confundir-se de hora em hora, conversa em conversa, abraço em abraço, beijo em beijo, sexo em sexo, hipocrisia em hipocrisia, garrafa em garrafa, lágrima em lágrima, amores em suas dores, se está aquecido e confortável ou congelado e perdido. Caduco coração, não vê que o melhor é tragar forte e sem filtro, sem expectativas e frustrações.

Uma Tragada Forte e sem Filtro é a experimentação de um namoro até seu fim, adolescência até maturidade, a solidão, podres da cidade e beleza do submundo na visão de Daberli de Roma em 3 anos. Um livro carregado de experiências e emoções.

Resenha:

Senti dificuldade em resenhar este livro. Li inúmeros livros de poesias mas este causou-me certo conflito interno. Foram várias minhas reações, desde me apaixonar por alguns poemas e algumas anotações do autor até me sentir corar diante de outros poemas mais “calorosos”.

Há tempos não lia poemas tão viscerais como os do O amor é uma tragada forte e sem filtro: em Poesias. Cada verso escrito é como um encontro com os desencontros na trajetória da vida do autor. Daberli reuniu desde poemas apaixonados que expressam amor e saudade até devaneios e um tantinho de pornografia. Ao longo da leitura fui surpreendida, ora por palavras doces com pitadas de nostalgia, ora por desabafos e palavras mais pesadas.

Uma revolução interior de experiências vividas desde os rompantes da adolescência até a maturidade. Experimentações e  descobertas, começo e fim.

Um livro de poesias inusitado, escrita moderna com o estilo heavy.

Li e reli vários poemas, aproveitei o máximo da leitura. Em cada poesia pode-se notar o íntimo do autor. Suas crises, o final da adolescência, as incertezas, o amor e o sofrimento e a visão sobre o sexo.

Emoções e experiências em forma de poemas. Escrita  peculiar.

Recomendo!

Achei a capa linda, a edição está bem bacana, páginas amarelas ótimas para leitura.

 

Sobre Rê Souza

"A literatura como toda arte, é uma confissão de que a vida não basta" (Fernando Pessoa)

Veja Também

Resenha | Oníria, de Joana Santos Silva

“Oníria” são pedaços de uma vida, aconchegada entre o passado e o presente, entre o …

Resenha | Vinícius, de Marquinhos Paralama

Vinícius é um menino que procura ajudar todos ao seu redor e acaba em variadas …

Resenha | Amor, Flores e Poesia, de Carolina Canellas

Equilíbrio de poesia e realidade Cenas do cotidiano Vegetação e paisagem Confio em tudo Vejo …

Um comentário

  1. Pelo título já dá p/ imaginar que teremos textos mais pesados. Eu não gosto, acho que palavrões e tal, diminuem a qualidade da obra.

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas