Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha | Esperando a hora da Stella, de Maria Dolores Wanderley

Resenha | Esperando a hora da Stella, de Maria Dolores Wanderley

Esperando-a-hora-da-Stella-Ma-Dolores-200x300 Resenha | Esperando a hora da Stella, de Maria Dolores WanderleyTítulo: Esperando a hora da Stella
Autora: Maria Dolores Wanderley
ISBN: 9788564022928
Gênero: Arte-Brasil, fotografia, literatura
Páginas: 77
Editora: Circuito
Cortesia da autora

Compre aqui

Sinopse:

Marcado sempre pelo amor e pelo estranhamento, o livro Esperando a hora da Stella, sem nunca perder uma notável unidade de tom (derivado de um olhar sensível e maduro, acostumado a observar e ase auto-observar) constitui-se de breves memórias, em diferentes suportes (poemas, contos, crônicas, fotografias) do percurso artístico da poeta Maria Dolores Wanderley pela cidade do Rio de Janeiro.

 

Resenha:

Esperando a hora da Stella é uma obra encantadora. Dedicada à sua analista Stella, Maria Dolores reuniu neste livro além de belíssimas poesias, verdadeiras obras de arte em colagens e fotografias, um mundo tocante e colorido feito especialmente para nós leitores amantes da poesia e da arte.

De maneira poética e romantizada, Maria Dolores vai tecendo seu cotidiano na cidade do Rio de Janeiro, de acontecimentos inusitados, das dificuldades e conflitos da vida humana, da espera e do encontro. Cada página uma gratificante surpresa, uma trajetória contada com leveza fazendo com que a leitura se torne mais prazerosa.

Amei a escrita da autora, que mostra em cada palavra e cor sua visão poética do cotidiano. Me identifiquei demais com várias passagens deste livro. É impossível ler Esperando a hora da Stella somente uma vez, reli vários poemas e contos, e passei muito tempo admirando as fotos e colagens.
Uma obra sensível e tocante. Uma escrita simples mas muito harmoniosa.
A capa como toda obra é linda e reflete sensibilidade e vida. A edição está perfeita, as páginas são de ótima qualidade.
Simplesmente tocante, sensível e vibrante!
Recomendo!

Sobre Rê Souza

"A literatura como toda arte, é uma confissão de que a vida não basta" (Fernando Pessoa)

Veja Também

Resenha | Amor, Flores e Poesia, de Carolina Canellas

Equilíbrio de poesia e realidade Cenas do cotidiano Vegetação e paisagem Confio em tudo Vejo …

Resenha | Brisas esparsas, de Maria de Lourdes

Título: Brisas esparsas Autor: Maria de Lourdes Alba ISBN:  978-989-51-8742-3 Páginas: 98 Gênero: Poesia Editora: …

Nacional | Lira e delírio, de Tarso Derecaias

A dica para quem gosta de crônicas, contos e poemas mais intensos vai para o …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas