Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | Cidades de Papel, de John Green

Resenha | Cidades de Papel, de John Green

CAPA-Cidades-de-Papel-EscrevArte-209x300 Resenha | Cidades de Papel, de John GreenTítulo: Cidades de Papel

Autor: John Green

Editora: Intrínseca

Páginas: 368

Gênero: Romance

Fonte: acervo pessoal

Skoob

Compre aqui

Sinopse (Fonte: Skoob) Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.
Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

RESENHA

Quentin acreditava que cada um tinha o seu pequeno milagre. O dele era Margo, sua vizinha, com quem cresceu e sempre foi apaixonado, eles foram muito amigos durante a infância. Mas com o passar do tempo e a chegada da adolescência os dois tomam caminhos diferentes. Margo se tornou intocável, popular, misteriosa, rebelde quase um mito, criando, assim, a imagem fantasiosa que Quentin tinha por ela.

Q era o típico adolescente perfeitinho. Nunca tinha matado aula, só tirava notas altas, sonhava em cursar medicina depois que terminasse o colégio e, aos 30 anos, queria casar e ter filhos. Seus planos pareciam estar no controle, já que Quentin evitava correr riscos. Certa noite (que tinha tudo para ser como qualquer outra), Margo invade a janela de Quentin com o rosto pintado, uma roupa de ninja e o convoca para um plano de vingança.

Tudo o que Q sempre quis é que Margo precisasse dele, que voltassem a ter aquela conexão que tinham quando eram crianças, por isso decidiu ajudá-la e, juntos, percorreram as ruas de Orlando, em plena madrugada, pregando peças e se divertindo. Ele ainda não sabia, mas as coisas mas iriam mudar depois daquela noite.

Quentin sofreu uma grande decepção quando percebeu que Margo havia sumido. Onde será que a menina tinha ido parar? E por que ela tinha desaparecido daquele jeito, logo depois deles terem se reaproximado tanto? Por que não contou seus planos a ele depois do que passaram juntos ?

Como já foi dito, Margo sempre foi misteriosa e, inconscientemente, acabou se tornando um mistério, já que Quentin se convenceu de que a garota havia deixado pistas para ele, e que sua nova missão seria encontrá-la, e Q não sossegaria até conseguir.

Assim, Quentin recruta seus amigos Bem e Radar para embarcarem em uma grande aventura, ele está determinado a entender o que aconteceu e encontrar Margo, a garota dos seus sonhos.

John tem uma narrativa eletrizante e que que te deixa ansioso e curioso pela próxima página, é também um livro que tira algumas risadas, mas a agonia pra saber o que eu vai acontecer em seguida é maior. O fim deixa um pouco a desejar, mas não é nada que não possa ser superado. Recomendo a leitura!

Sobre Jess

Muito amor pela minha família, amigos, animais, livros e por todas as coisas boas que a vida tem pra oferecer, não acredito em sorte, acredito em Deus. - "Gosto daquilo que me desafia. O fácil nunca me interessou, já o obviamente impossível sempre me atraiu" Clarice Lispector🍁🌼

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas