Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | Caixa de Pássaros, de Josh Malerman

Resenha | Caixa de Pássaros, de Josh Malerman

121567855_1GG-208x300 Resenha | Caixa de Pássaros, de Josh MalermanTítulo: Caixa de Pássaros   

Autor: Josh Malerman

Editora: Intrínseca

Páginas: 272

Gênero: Suspense

Avaliação:  ♥♥♥♥♥

Sinopse:

Romance de estreia de Josh Malerman, “Caixa de Pássaros” é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.
Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

RESENHA

Sabe aquele livro que sua melhor amiga leitora diz: “Você TEM que ler!”? então, é esse aqui.

Uma amiga me emprestou e insistiu que eu deveria lê-lo, e mesmo sem ter ouvido nada além disso sobre o livro, comecei a leitura. Aproveitei as férias e mandei ver, devorei o livro.

Num misto de tensão e ansiedade Josh te deixa desesperado pra saber o que são as “coisas”, “criaturas” que causam tanto mal as pessoas.

A narrativa faz umas idas e vindas no tempo, contando tudo que você precisa saber pra se preocupar com o futuro de Malorie.

A vida corria perfeitamente normal, e o primeiro susto é quando ela descobre que está grávida…

Depois tudo vira de cabeça pra baixo, quando pessoas normais cometem atrocidades contra si próprias depois de verem algo. Daí por diante, ninguém olha janela a fora.CAIXA-300x230 Resenha | Caixa de Pássaros, de Josh Malerman

A tensão e o medo de que algo, que você não sabe o que é, se é humano, divino, extraterrestre, ou qualquer outra teoria que se possa imaginar, porque acredite, cada um tem uma, cega cada personagem de forma figurativa e literal, porque eles não sabem o que temer, mas teme, e se cegam com vendas, tapumes e cobertores, tudo para não verem o mal que há lá fora.

Vivendo desta forma por anos Malorie sabe que precisa ter coragem e forças pra sair às cegas em busca de um mundo melhor pra ela e seus filhos. Então numa travessia arriscada e totalmente improvável ela se lança no mundo que não é mais como ela conhecia.

Thriller totalmente envolvente, você se vê pensando no livro – enquanto está no mercado, dirigindo – , cria suas próprias teorias, e tenta se imaginar naquela situação, o que dá um certo medo, mesmo que você saiba que se trata apenas de um livro, você se lembra disso enquanto lê, é apena um livro. Mas não qualquer livro.

Queridos, lhes desejo uma boa leitura!

E, Até mais.

Iara Teixeira.

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Resenha | Oito, de Décio Gomes

Entre o terreno e o etéreo existem muitos mistérios. Entre o céu e o inferno …

Resenha | O Terceiro Testamento, de Christopher Galt

O mundo parece estar enlouquecendo! Em toda parte, as pessoas começam a ter visões. Um …

Resenha | Os Filhos da Tempestade, de Rodrigo de Oliveira

Uma aventura surpreendente, em um dos lugares mais misteriosos da terra. Um grupo de jovens …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas