Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | A Ilha da Relíquia Sagrada, de Marcello Simoni

Resenha | A Ilha da Relíquia Sagrada, de Marcello Simoni

Ilha_reliquia-212x300 Resenha | A Ilha da Relíquia Sagrada, de Marcello SimoniEm 1544, a armada do corsário otomano Khayr al-Din Barba-Roxa assedia as costas da ilha de Elba, com o objetivo de libertar o filho do general, mantido como refém pelo príncipe da cidade de Piombino e do arquipélago toscano. Mas o verdadeiro interesse de Barba-Roxa não é o jovem e sim o segredo que ele esconde. Ele é, na verdade, o último guardião de um mistério que remonta aos tempos de Jesus e pode minar os alicerces da fé católica. Mas o Rex Deus está oculto há mais de quinze séculos e encontrá-lo não será tarefa fácil.

O rapaz terá de seguir uma antiga pista deixada por um monge templário, em meio a rivalidades de corsários, intrigas palacianas e batalhas navais. E terá também de frustrar um complô da Confraria dos Escondidos, que deseja a todo custo pôr as mãos no antigo segredo.

Resenha

A história tem início no ano de 1534 no mar da Toscana, um navio é abordado por piratas turcos e seu capitão procura de um monge a bordo que guarda um objeto muito importante e pertencente aos templários. Dez anos se passam e somos levados para a Ilha de Elba, onde se encontra o jovem Cristiano de Hercoli. Cristiano e sua mãe foram resgatados das mãos dos turcos quando ele ainda era uma criança e abraçaram o cristianismo como forma de salvação. Cristiano é filho de Sinan, um turco muito culto que teve que fazer um acordo com o temível Barba-Roxa para libertar o filho. Dessa forma Barba-Roxa invade de forma violenta a Ilha de Elba, com uma tripulação inescrupulosa, como Nizzam, um soldado que odeia cristãos e sente prazer em causar dor. Mas o verdadeiro interesse de Barba-Roxa não é o jovem e sim o segredo que ele carrega, o Rex Deus.

A capitânia de barba-Roxa abriu fogo com um canhão de proa sobre um grupo de artilheiros reunidos na praia, destroçando-os com um ruído ensurdecedor.(…)

A princípio, assim como alguns personagens, não sabemos bem o que está acontecendo, mas pouco a pouco o autor nos revela a intriga, e então entendemos onde todos os personagens se cruzam: a busca pelo Rex Deus. Esse é um mistério que há séculos vem sendo passado de geração a geração pela Ordem dos Templários, um mistério que dizem ser capaz de destruir o catolicismo. Mas apenas Sinan, O Judeu, e um monge que ele conhece sabem o caminho que leva a ele.

O que mais me atraiu no livro, além de nunca ter lido uma aventura com piratas e corsários, foi ser uma aventura bem detalhada e trabalhada, mesclada de traições, ordens religiosas, acordos secretos e batalhas navais. Realmente é um obra impressionante que contém todos os elementos para torná-la inesquecível.

Fora do mosteiro, o ar estava quente, saturado pelas cinzas do incêndio. As silhuetas dos cavaleiros otomanos se recortavam contra os edifícios da Rocca em chamas. (…)

Com relação ao projeto gráfico, a capa possui uma linda fotografia que combina perfeitamente com a história, e a diagramação foi muito bem executada, simples e coerente. Uma curiosidade sobre o título foi uma capa que encontrei da própria Jangada, onde o título do livro era “A Ilha dos Monges Sem Nome”, que acredito eu deva ter sido a primeira versão da capa. Como sempre prefiro os títulos mais próximos dos originais, essa me agradou mais, apesar da final ser mais comercial e atrativa. Ah, e a revisão ficou excelente, não encontrei erros.

A Ilha da Relíquia Sagrada é um excelente livro, sobretudo para aqueles que amam lutas piratas x corsários e intrigas religiosas. É uma extraordinária aventura, onde o Piratas do Caribe encontra com O Código DaVinci e O Nome da Rosa.

***

Leia o 1º Capítulo AQUI!

***

Ficha Técnica

Título A Ilha da Relíquia Sagrada
Título Original L`lsola Dei Monaci Senza Nome
Autor Marcello Simoni
Tradutor Gilson César
Editora Jangada
Páginas 360
Gênero Suspense, Ficção Histórica
Capa  Suzana Riedel Dereti

A Ilha da Relíquia Sagrada

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

Excelente!

A Ilha da Relíquia Sagrada é um excelente livro, sobretudo para aqueles que amam lutas piratas x corsários e intrigas religiosas. É uma extraordinária aventura, onde o Piratas do Caribe encontra com O Código DaVinci e O Nome da Rosa. 

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de TV. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Veja Também

Literatura Nacional | Sob o olhar obtuso da morte, de Darlon Carlos

Rotineiramente nos chega aqui nos bastidores informações de novos livros apontando por aí… vários deles …

Resenha | O casal que mora ao lado, de Shari Lapena

É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco …

Resenha | Tronos & Ossos – O Enigma do Chifre, de Lou Anders

Depois de atravessar florestas e desertos gelados para salvar Thianna, Karn precisará viajar montado num …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas