Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha | Por uma questão de amor, de Beatriz Cortes

Resenha | Por uma questão de amor, de Beatriz Cortes

Por-uma-questão-de-amor-capa-oficial-204x300 Resenha | Por uma questão de amor, de Beatriz CortesTítulo: Por uma questão de amor

Autora: Beatriz Cortes

Editora: Novo Século

Páginas: 268

Gênero: Romance

Fonte: Cortesia da autora

Skoob

Compre aqui

Sinopse (Fonte: Skoob) Após presenciar a morte de seu irmão mais velho em um trágico acidente, Lorena vive um luto que parece nunca ter fim. Um sofrimento que só é mais suportável com a ajuda de seu melhor amigo, Daniel. Após passar para a Faculdade de Medicina na UFRJ, Lorena encara essa oportunidade como uma forma de sair de Angra dos Reis e tentar deixar o passado para trás. Na Cidade Maravilhosa, se apaixona perdidamente e esse amor proibido chega para transformar sua vida. Ela descobrirá que também existem consequências para quem escolhe amar. Por uma questão de amor é um romance cheio de aventuras, suspense e que o levará a conhecer os extremos do amor verdadeiro que nos leva a lugares inimagináveis.

RESENHA

A autora Beatriz Cortes tem uma carinha linda, parece ser uma moça calma, tranquila, daquelas que falam baixo, sabe? A capa do livro é linda, transparece um romance daqueles de contos de fadas. O título também remete ao mesmo prisma. Então a leitura desta obra é assim: calma, tranquila, um romance água com açúcar bem manso que se lê numa tarde de domingo ensolarado, sentado na grama do jardim, certo? ERRADO. Nada disso! É um romance sim, é fofo sim, mas gente, tem um segredo rondando as páginas, tem a tal de uma história mal contada ali que te prende. Quanta curiosidade que gera! E de determinado ponto em diante o romance se transforma. Parece um thriller! Eu adorei!!!! Para mim uma mistura inteligente e bem equilibrada. Me ganhou!

Lorena perdeu o irmão em um acidente há três anos. Agora, já com 19 anos, está indo para a universidade e enfrenta os temores naturais para sua condição: chegar num lugar novo, deixar as memórias do irmão para trás, a insegurança exacerbada dos pais, por medo de perder “mais um filho”… Porém ela tem um apoio enorme de seu amigo de infância, Daniel, que não a deixa se perder na tristeza ou no medo. Sendo assim ela encara o desafio e parte.

Chegando na universidade Lorena faz novos amigos, se torna praticamente irmã da sua colega de quarto – Letícia, e descobre o grande amor de sua vida. Paixão daquelas avassaladoras, e o melhor: correspondida. Porém algo estranho ronda aquele rapaz lindo de viver. Caro leitor, você pode até desconfiar, mas não vai saber claramente o que está por detrás do mistério até estar bem avançado na leitura. Aí quando você começa a entender nas entrelinhas o pensamento inevitável é: não é possível! Mas é. A pergunta de “até onde você iria por amor?” na capa do livro tem um sentido muito mais profundo do que eu poderia imaginar!

Este é o primeiro livro de Beatriz Cortes que leio (este é seu segundo livro, o primeiro é O Outro Lado da Memória que também vou ler, esta que vos faça é que fez confusão e leu fora da ordem de publicação… :/ ). Posso dizer que me encantei com sua escrita. É bem feita, excelente uso de palavras, ágil. Há descrições bem detalhadas mas que não soam enfadonhas. É legal que os personagens tornam-se quase que amigos, de tanto que os conhecemos. As descrições de suas roupas são uma graça de se ler! A gente enxerga a pessoa ali, materializada na nossa frente! (rs)

O plano de fundo de toda a história é apaixonante. Dá um ar de esperança e de coisas que podem dar certo, sabe como? Embora tenha todo este suspense que citei e em dado momento a coisa se torna um tanto tensa, o cerne da história transparece uma mente muito otimista e que vê o lado bom das coisas, das pessoas, dos acontecimentos. Isso é muito claro nas entrelinhas da história e é muito bom ler algo assim nestes tempos turbulentos em que vivemos, que a gente tem medo de confiar nas pessoas. Acho que a insegurança vai se tornando tão viral, tão entranhada em nosso dia a dia que qualquer gesto vindo do outro acaba sendo interpretada de forma obscura por nós. Como se sempre tivesse algum interesse por detrás de cada atitude do bem. Neste livro o bem nas pessoas existe e é emocionante enxergar isso nas atitudes dos personagens – nas atitudes da maioria dos personagens. Amizade e amor sincero. Isso tem muito nesta história.

Mas tem também a maldade e o personagem – ou personagens – que causam asco e irritam! Sério, destes não vou citar nem o nome. Que ódio!!! Cara! É muito ódio!!! (pronto. Desabafei.)

Em suma, Beatriz Cortes entrou para a minha lista de autores prediletos. Sabe muito bem o que faz quando se dispõe a escrever e estou ansiosa para ler suas outras duas obras que (uuhhuuuu) já estão aqui, na estante! O Outro Lado da Memória e o lançamento Aonde quer que eu vá. Ambos serão resenhados muito em breve!

A edição da Novo Século está excelente! Não tenho ressalvas quanto à diagramação ou revisão, e a capa é uma graça! Confesso que os personagens centrais possuem uma carinha um pouco diferente em minha imaginação, mas de qualquer forma o carinho entre eles representado na capa está totalmente de acordo!

Recomendo! Você não vai se arrepender se doar umas horas para a leitura deste livro! 😉

 

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Resenha | No reino das girafas, de Jacqueline Farid

Uma mulher enfrenta o desejo da separação do companheiro e as dúvidas desencadeadas pelo desejo, …

Resenha | As altas montanhas de Portugal, de Yann Martel

Três jornadas, três corações partidos e uma pergunta: O que é uma vida sem histórias? …

Resenha | O Coração do roqueiro, de Terri Anne Browning

Layla… Teve uma vida difícil. Por conta própria bem jovem, sempre fez o que precisava …

Um comentário

  1. Beatriz Cortes da Silva

    Aaaaaaaaaaaah sua linda! Que resenha mais fofa! Fico feliz que tenha gostado do livro e se apaixonado por Lorena e Nicholas da mesma forma que eu! Obrigada pelo carinho com meu trabalho <3

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas