Início / Resenhas / Literatura Nacional / Resenha | O Sol Negro 2, de M. C. Pereda

Resenha | O Sol Negro 2, de M. C. Pereda

sol-negro_II_capa-202x300 Resenha | O Sol Negro 2, de M. C. PeredaTítulo: O Sol Negro – A Cidade Secreta do Vril
Série: O Sol Negro – Livro 2
Autora: M. C. Pereda
Editora: Schoba
Páginas: 378
Gênero: Ficção Científica, Suspense, Aventura
Fonte: Acervo Pessoal

Skoob

Sinopse (Fonte: Skoob) Em dezembro de 1946, uma batalha épica acontece nos mares que circundam a Antártica. O Almirante Byrd e sua enorme e moderna frota são enfrentados e derrotados. O que teria acontecido? Os responsáveis pertenciam a uma extremamente avançada máquina de guerra nazista escondida nos túneis gelados daquele continente? Qual a relação dessa história com o Brasil e a Argentina? E que outros mistérios estariam para serem desvendados, a partir desses dados? Os integrantes da oculta Ordem da Thule Brasil são perseguidos pelos membros da Sociedade Vril, com a intenção de se apoderar dos poderosos e antigos objetos capazes de manipular a energia Vril. Descobertos no Egito por uma expedição chefiada pela Ahnenerbe, os Bastões de Toth, podem ter sido as peças chaves nessa conexão nazista com o Brasil. Em meio a movimentadas aventuras, a leitura conduz a vários locais do Brasil e do mundo, descobrindo uma incrível conexão esotérica e científica, amplamente planificada pelo grupo da Sociedade Vril original, no Brasil, antes e durante a Segunda Guerra Mundial.

RESENHA

Em O Sol Negro – A Cidade Secreta do Vril, Maya, David, Ana e Arthur, vivem uma vida intensa de aventuras. Após a morte de dois membros da Ordem da Thule Brasil, Gabriela – ex-sacerdotisa – e Gabriel, um professor universitário, os quatro amigos, Maya, David, Armando e Ana, estão diante de um mistério: quem poderia ter matado seus amigos?

Em uma conversa com o irmão de Gabriel, Maya fica curiosa a respeito dos estudos que Gabriel se dedicava antes de morrer e pede a Júlio para ir ao seu apartamento.

O que não poderiam imaginar era que nesse apartamento eles descobririam os Bastões de Thot, que manipulam a energia vril, e que através deles, muitas coisas e loucas e surreais aconteceriam. A partir desse momento, a aventura se torna o quinto elemento. Os membros da Sociedade Secreta Vril estão mais poderosos e mais violentos, mas principalmente dispostos a tudo para conseguirem o poder.

De volta aos EUA, os quatro amigos vão em busca da Arca que acreditavam já nem existir. Infelizmente ao encontrá-la, presenciam uma tragédia e mais amigos se tornam vítimas. E diante de mais uma tragédia, presenciam o roubo cinematográfico da Arca e isso vai deixá-los em dúvida em relação aos verdadeiros inimigos.

Agora, Maya, David, Ana e Armando têm um novo mistério nas mãos, e vão ter que correr contra o tempo para que o mal maior não ocorra.

Minha opinião: Novamente um livro onde a mistura do real e fantasia é constante.

Não é uma leitura rápida, mas flui (até mesmo para mim, que não sou fã de química, física…) apesar de muitos termos técnicos, conseguimos entender.

O livro é escrito em terceira pessoa, os capítulos são bem amarrados e para quem gosta de história, esse livro é um prato cheio!! A capa demonstra exatamente a mistura do real e fantasia, eu diria instigante.

Dra. Maya e David continuam juntos e se amando cada vez mais, mas como no primeiro livro alguns momentos de desconfiança em relação a David aparecem. Armando e Ana agora também casados, acabaram de entrar na Ordem da Thule Brasil. Armando é o cara que dá leveza ao livro, em meio a tantas coisas sérias discutidas entre todos os personagens, ele sempre tem as melhores pérolas.  Sollomon e Mestre Germano estão de volta nesse livro também, embora em participações menores, porém fundamentais para o desfecho.

Conhecemos Júlio, o irmão de Gabriel, que ao longo do livro esclarece muitas coisas e Ricardo, um detetive muito estranho, que o tempo todo não conseguimos decidir se ele está do lado dos mocinhos ou bandidos.

Enfim, um livro que te prende. Uma mistura de passado e presente, real o irreal, nosso mundo ou outro lado que te deixa intrigado.

Recomendo e muito a leitura, mas aconselho a ler o primeiro da série, eu não entenderia.

Sobre Renata Maiochi

Sou Renata... esposa, filha, amiga, e apaixonada pela vida! Administradora e leitora compulsiva. Livros alimentam meu vício e me fazem uma pessoa diferente a cada contra capa que fecho.

Veja Também

Literatura Nacional | Promessa de Fogo, de Thiago d’Evecque

Sinopse:  “Aqueles atraídos pelo Abismo estão destinados a encontrá-lo”. Alicia é uma fazendeira de vida …

Resenha | Tempestades de Sangue, de Kel Costa

Sasha está desolada pela morte de sua amiga Helena, que morreu diante de seus olhos …

Resenha | Alec Dini, de F. R. Pan

Quando o jovem Alec Dini é misteriosamente transportado ao futuro, ele não faz ideia dos …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas