Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | O Romance Inacabado de Sofia Stern, de Ronaldo Wrobel

Resenha | O Romance Inacabado de Sofia Stern, de Ronaldo Wrobel

o-romance-incacabado-blog-EscrevArte-194x300 Resenha | O Romance Inacabado de Sofia Stern, de Ronaldo WrobelTítulo: O Romance Inacabado de Sofia Stern

Autor: Ronaldo Wrobel

Editora: Record

Páginas: 256

Gênero: Romance, Romance Histórico

Fonte: Cortesia da Editora

Skoob

Compre aqui

Sinopse (Fonte: Skoob) Autor de Traduzindo Hannah, livro finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2010, Ronaldo Wrobel constrói um thriller instigante neste novo romance. Na trama, o protagonista Ronaldo vive com a avó, Sofia Stern, em Copacabana. Ela é uma refugiada da guerra: nasceu na Alemanha em 1919 e veio para o Brasil às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Quando Ronaldo encontra um diário da avó perdido no apartamento, percebe que as histórias de sua juventude revelam paixões, traições e conflitos. Ele decide trazer os fatos à tona e embarca numa viagem para preencher as lacunas do relato.

RESENHA

Dotado de uma transferência de tempo extremamente bem feita, O romance inacabado de Sofia Stern faz o leitor viajar na história de uma refugiada de guerra um tanto excêntrica. A avó de Ronaldo, o protagonista, é refugiada moradora em Copacabana. A forma com que chegou ao Brasil parece ter sido pouco comentada na família ao longo dos anos, certamente até por respeito às dores e sofrimentos óbvios daquele período. Porém, diante de um certo diário de capa marrom, Ronaldo vai desenvolvendo uma curiosidade enorme por tudo que viveu sua avó, em especial após ter sido consultado por um banco alemão, sugerindo que ela poderia ser uma das herdeiras de objetos de alto valor, encontrados em espólios do holocausto. É impossível ficar imparcial diante de tantas informações e eles, Ronaldo e avó, se dirigem à Alemanha. A vida de Sofia Stern é rica e recoberta de altos e baixos, o que levam Roberto a descobrir fatos do passado de sua avó que nunca poderia sequer imaginar.

A trama envolve não só pelo seu peso de enredo, mas também pela inserção de elementos que a todo momento inserem mais fios à teia da história. Há investigação, há traição, existem muitos e grandes segredos. Existe muito amor e amores que ultrapassam a barreira do tempo. Existe muita coragem e muita dor. Há muito o que experimentar nestas páginas.

A linguagem do autor é fluída e envolvente. As passagens no tempo são bem feitas e se casam muito bem. Em dado momento há a inserção de uma investigação feita lá nos anos 1938 que transformam o romance num belo thriller que deixa o leitor ansioso. O desfecho não poderia ser mais inusitado. Em momento algum das duas primeiras partes da história me sugeriram o que viria a seguir. Posso dizer que o livro todo vale ser lido com carinho excepcional em respeito ao seu final. É ao mesmo tempo incrível e revelador. Bastante inteligente. E também incômodo… daqueles que o leitor fecha e olha para o horizonte tentando apaziguar os sentimentos dentro de si.

As referências históricas dão um toque especial ao livro, por torná-lo ainda mais verossímil. Aspecto que eu particularmente gosto muito. O leitor mais crítico vai encontrar nestas páginas a coerência necessária para que a história soe bem. De fato é uma obra muito bem feita.

A edição da Record é muito boa, sem floreios mas bem condizente com a obra. Não encontrei erros e a leitura foi agradabilíssima. Recomendo certamente.

 

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Resenha | Dominic, de L. A. Casey

Depois de um acidente que matou seus pais, quando ainda era uma criança, Bronagh Murphy …

Resenha | Protegida por mim, de Elizabeth Bezerra

Ao perceber que a esposa, grávida de seus gêmeos, está em perigo, Neil sente que …

Resenha | O Escravo de Capela, de Marcos DeBrito

QUANDO A MORTE É APENAS O COMEÇO PARA ALGO ASSUSTADOR Durante a cruel época escravocrata …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas