Início / Resenhas / Literatura Estrangeira / Resenha | O Pássaro do Bom Senhor, de James McBride

Resenha | O Pássaro do Bom Senhor, de James McBride

images.livrariasaraiva.com_.br_-203x300 Resenha | O Pássaro do Bom Senhor, de James McBrideTítulo: O Pássaro do Bom Senhor
Autor: James McBride
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 378
Gênero: Romance
Fonte: Cortesia da Editora

Skoob
Compre aqui

Sinopse (Fonte: Skoob) Conflito e humor se mesclam na epopeia pela libertação que levou o National Book Award de 2013.
Henry Shackleford é um menino escravizado no território do Kansas em 1856. Uma das grandes figuras do momento é John Brown, lendário abolicionista que vê na insurreição armada o único caminho para a libertação. E, quando Brown chega ao Kansas, o garoto vê-se forçado a deixar a cidade na companhia do abolicionista, que o toma por uma menina.
O excêntrico Brown, então, apelida Henry de “Cebola”, adotando-o como seu amuleto, e o jovem, de modo a permanecer vivo, oculta sua verdadeira identidade. A pequena Cebola pode contar apenas com a própria engenhosidade para sobreviver à violência crescente entre Brown, com o apoio de seu exército esfarrapado, e os senhores de escravos, antes do lendário ataque a Harpers Ferry, onde a história norte-americana tomará novos rumos.
Uma narrativa arrebatadora, descrita pela voz de um ancião que rememora sua infância, O Pássaro do Bom Senhor fará o leitor rir e pensar. É uma aventura envolvente, contada a partir do olhar meticuloso para personagens e detalhes.

RESENHA

A obra O pássaro do bom senhor ganhou o National book award de 2013, em minha opinião, merecidamente.

O livro mescla humor e conflito nas doses ideais. Henry Shackeford é uma criança, filho de um escravo e mora no Kansas onde trabalha com o pai. A história começa no ano de 1856.

John Brown é um famoso abolicionista temido pela fama de ser implacável com aqueles que apoiam a escravidão.

Ele está disposto a libertar os escravos através da insurreição armada. Ao chegar para cortar o cabelo onde Henry trabalha ninguém desconfia que se trata do lendário abolicionista. Logo uma confusão acontece no local entre ele e um dono de escravos que chegou para pegar o dinheiro do pai de Henry. O garoto se vê sendo levado por Brown após o pai morrer no meio da confusão e pior, sendo tomado por uma garota pelo velho. O abolicionista logo o apelida de Cebola (apelido que me rendeu algumas risadas pela forma que ele o ganhou).

Para sobreviver Henry não diz que é um garoto e se torna Henrrietta, amuleto da sorte do velho.

A história se baseia na realidade dos EUA antes da guerra civil no século XIX. Portanto para quem sabe o que aconteceu nessa época o desfecho da história não é nenhuma surpresa, mas para quem não conhecia como eu, é bem interessante a forma como é contada. A curiosidade no caso de quem já sabia fica por conta do que acontecerá ao protagonista e narrador da história, Cebola, que acaba gostando do fato de se passar por uma garota e não ter que fazer os serviços pesados nem participar dos conflitos, se bem que ele enfrenta muitos perigos e me fez dar muitas risadas pela forma que age em diversas situações.

Brown é um religioso fanático e sua forma de levar a vida e planejar e seus ataques o torna inesquecível para o leitor.

O nome do livro é bem interessante e tem grande relação com os personagens da história e suas superstições.

Gostei muito da narrativa e achei nem um pouco cansativa. A capa do livro é linda com o desenho do pássaro que no livro é apelidado por Pássaro do bom senhor.

Recomendo muitíssimo a leitura desse livro a todos os amantes de uma boa história.

 

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Resenha | A Sociedade Santa Zita, de Ruth Rendell

Título: A Sociedade Santa Zita Autora: Ruth Rendell Editora: Bertrand Brasil Páginas: 280 Gênero: Drama, …

Resenha | À Margem do Lago, de Sara Gruen

Título: À Margem do Lago Autora: Sara Gruen Editora: Bertrand Brasil Páginas: 390 Gênero: Romance, …

Resenha | O Amante Japonês, de Isabel Allende

Título: O Amante Japonês Autora: Isabel Allende Editora: Bertrand Brasil Páginas: 294 Gênero: Romance Fonte: …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas