Resenha | Mestiços – A Comunidade dos Lobos Solidários, de Alma Cervantes

Mestiços-Alma-cervantes-194x300 Resenha | Mestiços - A Comunidade dos Lobos Solidários, de Alma CervantesAriel sempre soube que era diferente, mas nunca havia pensado sobre sua natureza até esse dia. Guiado por um completo desconhecido, acaba em um armazém em parte isolada da cidade onde conhece um garoto de personalidade perigosa chamado Miro. Através do garoto, descobre que o lugar era um tipo de refúgio pata lobisomens.Antes que se desse conta, um ataque repentino executado por dezenas de homens encapuzados força todos no lugar a correr por suas vidas. Unido aos outros que encontra durante a fuga do armazém, Ariel sai em uma viagem com destino incerto que o levará a compreender todos os mistérios em sua vida. Eram eles realmente lobisomens? E quem eram os homens mascarados que atacaram subitamente o armazém repleto de pessoas sem-teto?

À frente naquela jornada, inúmeras revelações farão com que Ariel e seus novos companheiros precisem escolher o rumo que suas vidas tomarão.

Resenha

Ariel não sabe exatamente onde está indo, não sabe nem mesmo quem é a pessoa que o conduz rumo ao desconhecido. Se for mais a fundo, não sabe exatamente nem o que realmente é.

Desde que sua mãe faleceu, Ariel decidiu sair de casa, deixando para trás herança ou qualquer outra coisa que talvez tivesse direito. Hoje é apenas uma pessoa sozinha no mundo.

Andando por caminhos nunca antes pisados, só sabe que está bem longe da civilização, em um lugar que parece ignorado pela sociedade há muito tempo. Antes mesmo que se dê conta, chega a um galpão com muitas pessoas, aparentemente todas iguais, porém sua primeira impressão é a de que ninguém se importa com ninguém, cada um vive em seu mundo particular, exceto Miro.

Miro é um garoto interessante, com uma aparência de um jovem que mal saiu da adolescência, porém com gestos e jeito de falar de quem já viveu muito. Graças à sua curiosidade e seu jeito comunicativo, é o único que não permite que Ariel se sinta ainda mais apartado do que já está. Ariel vê ali a oportunidade de saber um pouco mais sobre todas as dúvidas que sempre estiveram presentes dentro de si. Mal Miro consegue explicar que ali é um ponto de encontro para seres iguais, e que muitos ali estavam há muito tempo e que talvez jamais iriam embora, quando percebem que  o ponto de encontro estava sendo atacado, e eles teriam que sair dali com a máxima urgência. E graças a Miro, Ariel estava fora!

Agora Ariel não tinha mais nada, e a única pessoa que podia confiar era Miro, aquele rapaz que acabava de conhecer, e que a ele devia sua vida. O problema é que Miro, apesar de toda a  experiência de rua e malandragem que tinha, não teve a mesma sorte que Ariel, e num ataque surpresa, por seres encapuzados, Miro perdera sua vida.

Sem rumo e com muito medo dos caçadores, que ele nem saberia identificar, Ariel se vê perdido, mas como num golpe de sorte, Ariel encontra com dois foragidos do Ponto de Encontro, Reis e Nora, e juntos terão que lutar por suas vidas.

Aos poucos, Ariel vai descobrindo que seu faro é mais potente que de seres humanos, inevitavelmente, descobre que possui uma força também anormal, e assim os três seguem sem destino, lutando pela sobrevivência, com uma única dúvida… Seriam realmente lobisomens?

Depois de tanto andarem, finalmente encontram um lugar onde vivem muitos mestiços, nem todos iguais, porém, parece um lugar bom para se viver.

Mas, como nada nunca foi fácil para esses três, a aceitação na comunidade parece que não será assim como sonharam, e tão logo um desafio será imposto, e antes do que esperavam, já estão de saída para uma grande expedição, em busca dos seres que ameaçam o sossego dos mestiços. Mas agora terão a companhia de um ser tão diferente quanto eles, um “vampiro”, cômico, e inteligentíssimo… porém completamente diferente de tudo o que já lemos sobre os vampiros. Bernardo, outro mestiço tão inexperiente quanto os outros, e que tem como única arma, a inteligência.

Juntos, os quatro viverão uma grande batalha, grandes descobertas, e sairão de lá com os laços de amizade tão fortes que juntos, talvez, se tornem imbatíveis!

Minha opinião: Quando comecei ler Mestiços – A comunidade dos Lobos Solitários, acreditei fielmente estar lendo algo no mesmo nível de “ A Irmandade da Adaga Negra”… me enganei! Embora com traços de irmandade, uma casa secreta, mestiços e lutas fantásticas, Alma Cervantes nos traz uma leitura deliciosa de aventura, recheada de inimigos poderosos, e uma linda história de amizade.

A história é vivida em São Paulo, os cenários são bem descritos e os personagens sensacionais!! Temos engraçados, cínicos, pessoas bonitas, pessoas maldosas, pessoas estranhas, maliciosas… enfim, deu para perceber que nada falta!

O livro é escrito em terceira pessoa, sem erros de diagramação, sem palavras de difícil interpretação apesar de algumas não tão comuns ao uso diário,  páginas em off White, embora com fonte minúscula, Mestiços – A comunidade dos Lobos Solitários é uma excelente pedida de leitura.

Simplesmente amei, do início ao fim! Falando em fim… que fim!!! Puxa vida… revelador, triste, mas FELIZMENTE, com indicativos do próximo livro;)

 

Ficha Técnica
Autor Alma Cervantes
Editora Produção Independente
Páginas 337

 

Mestiços - a comunidade dos Lobos Solidários

Capa & Diagramação
Narrativa & Diálogos
Enredo
Personagens
Revisão

ÓTIMO

Alma Cervantes nos traz uma leitura deliciosa de aventura, recheada de inimigos poderosos, e uma linda história de amizade.

Sobre Renata Maiochi

Sou Renata... esposa, filha, amiga, e apaixonada pela vida! Administradora e leitora compulsiva. Livros alimentam meu vício e me fazem uma pessoa diferente a cada contra capa que fecho.

Veja Também

Literatura Nacional | O Orfanato da Luz, de Caroline Cristine Pietrobon

A Giz Editorial tem entre seus lançamentos de 2017 a obra O Orfanato da Luz, …

Resenha | O fantástico universo do ser humano, de Carlos Holthausen

“Neste livro, ele analisa a vida de modo geral e especialmente a nossa vida aqui …

Resenha | Oito, de Décio Gomes

Entre o terreno e o etéreo existem muitos mistérios. Entre o céu e o inferno …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas