Início / Espaço Cultural / Divulgação / Nacional | Patagônia Babilônia, de João Luiz Peçanha Couto

Nacional | Patagônia Babilônia, de João Luiz Peçanha Couto

 

Ficha técnica

unnamed-file-197x300 Nacional | Patagônia Babilônia, de João Luiz Peçanha CoutoTítulo: Patagônia Babilônia

Autor: João Luiz Peçanha Couto

Número de páginas: 190

Compre aqui 

Sinopse: “Uma tarde lenta escorraça o sol para dentro do pequeno quarto habitado pelo velho, fazendo-o transpirar e manchar os sovacos da camisa de pano de manga comprida que, mesmo no calor, insiste em usar.
Magro, comprido e portando bermuda e camisa de malha com uma inscrição em idioma a ele estranho, o jovem entra no pequeno quarto, puxa uma cadeira esquecida num canto e senta-se de frente para o velho. Na parede atrás dele há uma velha gravura de um mar muito azul cercado ao fundo por montanhas azuladas com topos brancos de neve. Retira os fones de ouvido, o que permite ao velho escutar ao longe uma dessas canções da moda e, mesmo educando-se para que o outro não perceba, deixar escapar uma expressão descontente.
O que aconteceria se um menor infrator, por determinação da Justiça, fosse condenado à pena alternativa de acompanhar idosos em um asilo público e acabasse conhecendo um velho cego e amargo?”
Um mora no Babilônia, comunidade do Rio de Janeiro, e é daqueles que tiveram um destino indesejável em um país desigual.
O outro já teve quase tudo. Quase. Amou e abandonou na mesma proporção. Mas ficou um desejo não cumprido até então: conhecer a Patagônia.
Os dois, perdidos e sozinhos numa dimensão que nem a memória dá conta.
Que amizade dali nascerá?
O que é a verdade para aqueles dois personagens?
Romance do mesmo autor de “Satie manda lembranças”!

Sobre Cleson Cruz

Sou potiguar com muito orgulho, pai e marido. Engenheiro Eletricista e Designer Gráfico de formação. Gosto muito de música e cinema. Sou viciado em séries de TV. E leio muito quadrinhos e livros desde a minha tenra infância.

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas