Início / Espaço Cultural / Divulgação / Nacional | A volta do Pequeno Príncipe, de Luciula Soares

Nacional | A volta do Pequeno Príncipe, de Luciula Soares

Aos vinte e poucos anos, quando leu pela primeira vez “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, a autora se encantou e nunca mais se separou daquele menino. No final de seu livro, Exupéry solicitou nossa atenção e que perdêssemos a pressa. E foi assim, sem pressa, que Luciula Soares resolveu escrever uma continuação daquela história.

Viu o pequeno príncipe partindo e o seguiu de volta ao seu asteroide. Narra sua viagem, as novas emoções, indagações e descobertas, o retorno a seus afazeres e os acontecimentos que lá se desenrolaram. Há referências à sua viagem à Terra e alguns elementos do livro original, como os baobás e os vulcões. E, num paralelo à sua passagem por vários planetas, o asteroide é visitado por inúmeros tipos que causam perplexidade à sua inocência: o advogado, o jogador, o político, a economista entre outros. E, ao final, além de recuperar a felicidade, reencontra-se com seu grande amigo piloto, Antoine.

Passados mais de 50 anos desde que escreveu o primeiro manuscrito e, após mínimas revisões e minuciosos desenhos realizados ao estilo dos originais, a autora publicou, enfim, sua homenagem àquela obra que já se tornou universal. Numa linguagem coloquial, que também remete à escrita de Exupéry, Luciula nos transporta, metaforicamente, de volta ao aconchego “de cada canto amigo” e, como o Príncipe, nós também descobrimos a deliciosa “sensação de estar de volta”.

A-volta-do-pequeno-príncipe-EscrevArte-300x300 Nacional | A volta do Pequeno Príncipe, de Luciula Soares

Sobre a autora Luciula Soares

Profissionalmente trabalhou na Delegação Naval Americana da Comissão Militar Mista Brasil-Estados Unidos e atuou como economista do Ministério da Agricultura.

Quanto ao contato com Literatura, ações com os Livros:

Livro de arte “Vermelho – Um Pessoal Garantido” de Andreas Valentin e Paulo José Cunha, sobre o Festival de Parintins, prestação de contas à Lei Rouanet do Ministério da Cultura, 1998.

Livro de Arte “Caprichoso – A Terra é Azul” de Andreas Valentin e Paulo José Cunha, sobre o Festival de Parintins, Administração, produção da Ponto de Vista Comunicação Ltda., 1999.

Revista Parintins Cultura e Folclore, Festa do Boi-Bumbá, nº 1 e 2, Editora Teresa Cristina C. G. Fritsch, Revisão, 2000 e 2001

Contrários – a celebração da rivalidade dos Bois-Bumbás de Parintins, transcrição das entrevistas e catalogação do arquivo fotográfico, de Andreas Valentin, Editora Valer, Governo do Estado do Amazonas, 2005

Berlin<>Rio, Trajetos e Memórias, de Andreas Valentin, XV Prêmio Marc Ferrez de Fotografia, 2015, Funarte, equipe de Revisão, 2016

A edição, pela Chiado Editora, está disponível à venda neste link, ou direto com a autora em seu perfil no Facebook

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Literatura Nacional | O Orfanato da Luz, de Caroline Cristine Pietrobon

A Giz Editorial tem entre seus lançamentos de 2017 a obra O Orfanato da Luz, …

Resenha | O fantástico universo do ser humano, de Carlos Holthausen

“Neste livro, ele analisa a vida de modo geral e especialmente a nossa vida aqui …

Resenha | Oito, de Décio Gomes

Entre o terreno e o etéreo existem muitos mistérios. Entre o céu e o inferno …

Um comentário

  1. leciteresinha diasrodrigues

    adoraria ler este livro, pois li muitas vezes O PEQUENO PRÍNCIPE , sempre se tira uma lição nova.

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas