Início / Em Cena / Na telona / Filme | À Espera de um Milagre

Filme | À Espera de um Milagre

Olá galera, tudo bem? :). Sou a Carolina Valeriano de Recife- PE. É com satisfação que trago ao blog a coluna Nerdicine. Para quem gosta de bons filmes eu trarei toda semana resenhas bacanas com todo carinho para vocês e claro… Uma pitada de nerdice.

images-3 Filme | À Espera de um Milagre
John Coffey, protagonista do filme, acusado de matar e violentar duas garotinhas brancas.

Sem dúvidas, este é um dos filmes que me emocionaram profundamente e poder assisti-lo novamente é uma experiência incrível, por coincidência ele passou no SBT, na noite da virada, mas de qualquer forma é um presente trazer essa resenha para vocês! Baseado no livro homônimo de Stephen King ( que eu quero ler desesperadamente ao lado de O Colecionador de Ossos xD).

-Espera-de-Um-Milagre-Edição-especial10-1-300x182 Filme | À Espera de um Milagre
Os guardas Dean Stanton, Brutal Howell e Twerligger.

Temos como protagonista, Paul Edgecomb, supervisor do corredor da morte da prisão Cold Mountain, em 1935. Certo dia ele recebe em seu pavilhão conhecido como Green Mile (Milha Verde em português) o detento John Coffey, acusado de assassinar duas garotinhas brancas. A princípio Coffey demonstrou uma personalidade frágil e infantil, que reflete no medo de escuro e no jeito um pouco débil de falar. Paul o observa seus passos a princípio com desconfiança, mesmo com os seus colegas de trabalho afirmando, com certeza, acerca do crime cometido por John.

Ao longo dos dias, John Coffey percebe que o seu “chefe”, modo como ele chama Paul, está com dificuldades para urinar. John misteriosamente cura Paul, fazendo com que todo mal saia de seu corpo, podendo então, ter uma noite incrível de amor com a sua esposa Jen e o enchendo com vida. Após este ato milagroso, Paul começa a ver John com outros olhos, com olhos de bondade e compaixão, por tê-lo ajudado com sua doença. E deste jeito ele (Coffey) vai ganhando a confiança de Brutal Howell, Dean Stanton e Harry Terwilliger, ambos amigos de Paul.

Greenmile3-300x206 Filme | À Espera de um Milagre
Percy Wetmor, guarda covarde é atacado por Wild Bill, assassino louco.

No pavilhão E (corredor da morte) Paul lida com outros presos como Dell, francês que cuida de um ratinho de estimação como se fosse o seu filho, Toot-Toot, uma espécie de zelador que serve de ator para as simulações de execuções e Wild Bill, criminoso louco que vive aprontando. Porém um segredinho estarrecedor se revelará acerca dele. Uma coisa, além de poder curar quaisquer seres vivos, inclusive o ratinho de Dell, o Senhor Dingles no qual Percy Wetmore, também guarda (metido a bala que matou Kennedy) do pavilhão E, pisoteou o bichinho por vingança, pelo fato de Wild Bill tê-lo bulinado até se urinar e Dell fazer graça de sua miserável situação.

Percy Wetmore por vingança não molha a esponja utilizada para canalizar a eletricidade direto ao cérebro, fazendo com que o Dell morra queimado. Esta atitude só reforça a índole de Percy, e assim os demais colegas de trabalho o detestam ainda mais. Também pudera, o cara é chato para caramba, malvado, um completo imbecil.

images-2-300x168 Filme | À Espera de um Milagre
Dell e seu ratinho Dingles, tem sua execução sabotada por Percy Wetmore.

Obs.: John Coffey além de curar as pessoas e animais como é visto no filme, ele também pode sentir os sentimentos e emoções e é por causa da bondade de Paul Edgecomb que eles mantém uma relação de respeito e confiança um no outro.
Com os seus poderes, John salva a esposa do diretor de um tumor cerebral em avançado estado. Para que isso acontecesse, Paul e os seus amigos armam um plano para tirar John da prisão e leva-lo para casa do diretor. Tudo dá certo e com mais esta ação, John vai cativando as pessoas ao seu redor.

greenmi1-300x200 Filme | À Espera de um Milagre
Paul Edgecomb e seus amigos guardas, escoltando john Coffey para sua execução.

O filme inteiro é uma lição de vida para todos que o assiste, mas tenho de admitir que as últimas cenas são imensamente tristes e que nos faz refletir sobre como nós vemos o mundo, que é cruel e imensamente malígno, fazendo com inocentes morram, assim como foi com as menininhas no início do filme. John Coffey descobre que o Wild Bill é o assassino das menininhas, mas nada pode ser feito, já que a sentença fora decretada e ninguém acreditaria que aquele homem poderia operar verdadeiros milagres.

A cena da execução de Coffey é fortíssima, por vermos o seu rosto durante a ação. É como se ele levasse consigo o mal do mundo… E saber que ele era inocente me emocionou bastante por saber que esse mundo sempre nos trata com maldade, mesmo que não mereçamos… Indico com toda certeza, é um filme bonito e muito humano, vale a pena assistir, pois traz muitas reflexões sobre a vida, morte e humanidade das pessoas!

Sobre Nadja Moreno

Administradora, professora, blogueira, mãe, leitora voraz. Muitas facetas, uma só alma. Sonho com um país mais leitor, mais crítico, mais evoluído e altruísta.

Veja Também

Resenha | A vida de Paco Paredes, de Pedro Afonso

Título: A vida de Paco Paredes Autor: Pedro Afonso ISBN:  978-989-51-8921-2 Gênero: Ficção/Drama Páginas: 208 …

Resenha | Palavras de Rua, de Felipe Saraiça

Título: Palavras de Rua Autor: Felipe Saraiça Editora: PenDragon Gênero: Drama Compre na pré-venda Sinopse …

Filme | O Colecionador de Ossos

Sem dúvidas, é um dos melhores filmes que já assisti, por ser uma trama inteligente …

Deixe uma resposta

Loading Disqus Comments ...
Loading Facebook Comments ...
Pular para a barra de ferramentas